Jornal do Brasil

Sábado, 23 de Junho de 2018 Fundado em 1891

País

Estudantes decidem desocupar prédio da reitoria da UFSC

Jornal do Brasil

Em assembleia realizada na tarde desta sexta-feira estudantes decidiram desocupar o prédio da reitoria da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina). Em nota, o grupo afirma que o movimento "não acaba hoje" e marcou novo ato para o dia 1º de abril.

A ocupação teve início na noite da última terça-feira, após o tumulto envolvendo a Polícia Federal e centenas de estudantes que se rebelaram contra a prisão de jovens que portavam maconha na área conhecida como bosque. A Tropa de Choque chegou a disparar gás e balas de borrachas contra os estudantes e professores da instituição.

O movimento, já chamado de “Levante do Bosque”, apresentou uma lista com 13 reivindicações. Entre elas estão a proibição da presença de policiais militares no campus de Florianópolis, a melhoria do sistema de iluminação e a discussão de uma nova política de segurança no local.

A ação gerou enorme repercussão e muito bate boca entre o delegado da PF, Paulo Cassiano, que coordenou a operação e a reitora da UFSC, Roselane Neckel. O ato dos alunos também gerou controvérsias e dividiu as opiniões: nesta sexta, grupos de estudantes realizaram um manifesto contra a ocupação.

Em nota, o movimento “Levante do Bosque” afirmou que a ocupação ocorreu como forma de reação à "ação truculenta, ilegítima e desproporcional por parte da polícia" e marcou um protesto para o próximo dia 1º de abril. “Nosso movimento não acaba hoje. Seguiremos reivindicando nossas pautas. Faremos um ato no dia 1 de abril, em memória das vítimas da Ditadura Militar e contra a Militarização da Polícia”.

Portal Terra


Tags: bosque, levante, ocupação, reitoria, universidade

Compartilhe: