Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

País

SP: Sistema Cantareira bate novo recorde e chega aos 14%

Portal Terra

O volume de água do Sistema Cantareira, em São Paulo, voltou a cair nesta quinta-feira, segundo a Sabesp, que registrou mais uma vez o índice mais baixo da história. De acordo com a empresa, o sistema opera com apenas 14% de sua capacidade – nível considerado crítico e que já provocou reações do governo estadual, que já utiliza os sistemas Alto Tietê e Ipiranga para atender 3 milhões de pessoas que estavam recebendo água do Cantareira. A ideia é que uma maior queda no nível da água seja prevenida e não haja racionamento nas cidades.

Os baixos indicadores apontam para a maior crise hídrica do estado de São Paulo, e, segundo reportagem da BBC Brasil, o comitê formado pela Agência Nacional de Águas (ANA), o Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee) e a Sabesp, estima que o Cantareira se esgotará pela primeira vez em junho deste ano, se nada for feito para combater o problema.

O nível de chuva acumulada na região do sistema chegou a 181,6 mm e está bem próximo da média histórica para o mês, que é de 184,1 mm. De acordo com a Climatempo, porém, as pancadas de chuva mais frequentes de março não estão sendo suficientes para reverter o quadro de seca.

O volume de chuva acumulado no Cantareira em março é o maior desde fevereiro de 2013, quando em 28 dias choveu aproximadamente 249 mm. Mas, naquela época, a reserva de água estava alta, em torno de 57%.

Tags: água, crise, reserva, são paulo, Sistema

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.