Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

País

CPI Mista da Petrobras tem 143 assinaturas na Câmara

Jornal do Brasil

O requerimento para a instalação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar esquemas de corrupção na Petrobras alcançou, nesta quarta-feira, 143 das 171 assinaturas necessárias na Câmara dos Deputados. No Senado, onde é preciso o apoio de 27 parlamentares, a coleta está em andamento.

Segundo o líder do PPS na Câmara, deputado federal Rubens Bueno (PR), a barreira das 171 assinaturas pode ser alcançada em breve. Além de Bueno, também são autores do requerimento os líderes do PSDB, Antonio Imbassahy (BA), do DEM, Mendonça Filho (PE), e do SDD, Fernando Francischini (PR).

Até o momento, chancelaram o requerimento deputados dos seguintes partidos: PPS (8), DEM (21), PDT (1), PMDB (28), PMN (2), PP (1), PR (4), PRB (2), PROS (3), PSB (21), PSC (4), PSD (3), PSDB (35), PV (1), SDD (9).

Além de contar com as assinaturas da oposição, o líder do PPS espera ainda novos apoios de partidos da base e de parlamentares que adotam uma postura independente. “Vários partidos já sinalizaram que vão assinar nosso pedido assim que conseguirmos as 27 assinaturas no Senado. Estamos fazendo a nossa parte e correndo atrás dos apoios”, disse o parlamentar.

Para Rubens Bueno, também está claro que se a CPI da Petrobras for instalada não haverá como restringir sua apuração a esse ou aquele caso. “Aqui no Congresso todo mundo sabe como uma CPI começa, mas é impossível controlar como termina. E, nesse caso da Petrobras, a cada dia surgem novas denúncias”, afirmou o deputado, que espera que até a próxima semana os partidos que estão propondo a CPI alcancem o número de assinaturas necessárias para sua instalação.

Tags: comissão, inquérito, mista, parlamentar, Petrobras

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.