Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

País

PMDB muda de posição e passa a defender aprovação do marco civil 

Agência Câmara

O líder do PMDB, deputado Eduardo Cunha (RJ), defendeu há pouco a aprovação do marco civil da internet (PL 2126/11). A mudança de posição do partido, segundo Cunha, é fruto de negociações do governo e da alteração de dois pontos do texto: o fim da obrigatoriedade de as empresas manterem data centers no Brasil para armazenamento de dados brasileiros; e a mudança na regulamentação da neutralidade da rede.

“Quando o governo sentou à mesa para negociação, o PMDB veio para o debate, e vamos apoiar o projeto e retirar todos os destaques. Entendemos que não estamos produzindo o regulamento ideal e, na minha avaliação pessoal, ideal seria não ter regulação, mas o PMDB vai votar favoravelmente”, disse.

O líder do PSC, deputado Andre Moura (SE), também alterou a posição e vai votar a favor do projeto.

Cunha fazia oposição ao projeto do marco civil desde o final do ano passado e chegou a dizer que a bancada votaria contra. Ele e outros líderes de partidos da base insatisfeitos com o governo montaram o “blocão” para definir posições contrárias ao governo.

O projeto do marco civil da internet está sendo discutido no Plenário da Câmara dos Deputados.

Tags: câmara, internet, marco, plenário, votação

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.