Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

País

Acre importa duas mil toneladas de produtos do Peru

Agência Brasil

Cerca de 2 mil toneladas de produtos peruanos chegaram ao Acre desde o fim da semana passada, logo após resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que autorizou empresas acrianas a fazer o transporte de mercadorias procedentes do Peru, pelo prazo de 90 dias. Com a cheia do Rio Madeira, o estado está isolado, por via terrestre, do restante do Brasil.

Com a medida da ANTT, segundo o governo estadual, o comércio entre o sul do Peru e o Acre, que ocorria timidamente, se intensificou nos últimos dias. Carretas com cimento, vergalhões, farinha de trigo, hortifrutigranjeiros e oxigênio hospitalar chegaram ao Acre passando pela Rodovia Interoceânica.

Antes, o oxigênio utilizado nas unidades de saúde chegava em voos da Força Aérea Brasileira. No último sábado (22), o primeiro carregamento, com 15 mil metros cúbicos do produto, passou pela fronteira em Assis Brasil. Os alimentos, incluindo hortifrutigranjeiros, podem ser encontrados o comércio no estado.

A estimativa é que o prazo de 90 dias, estipulado pela ANTT, seja estendido, porque o Rio Madeira não para de subir e não há previsão de abertura da BR-364, no trecho que liga Rio Branco a Porto Velho, que está com o tráfego de caminhões interrompido. A interdição ocorre devido ao aumento da lâmina d'água sobre a pista, que alcança 1,40 metro.

Tags: ACRE, alimentos, cheias, isolamento, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.