Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

País

PV oficializa pré-candidatura de Eduardo Jorge à presidência da República

Jornal do Brasil

O Partido Verde oficializou Eduardo Jorge como pré-candidato à presidência da República, neste sábado (22/03), na Assembleia Legislativa de São Paulo. Ele aproveitou a ocasião para apresentar o documento “Viver Bem. Viver Verde”, com dez diretrizes para elaboração de um programa do PV para o Brasil.

Construídas a partir de três eixos – superação da miséria; crise climática e aquecimento global; e Reforma Política, as dez propostas visam um Brasil comprometido com as pessoas e com o meio ambiente.

Desenvolvimento sustentável, reforma política, Federação/Estado, economia verde, energia, previdência segura, Saúde e Educação, cultura de paz, combate à desigualdade e miséria e internacionalismo foram escolhidos como matriz do programa de governo do Partido Verde, para que seja trabalhada pela sociedade e, em junho, se tenha o programa completo. “Esse é o esqueleto do que vai ser feito, é a iniciativa democrática que vem antes de qualquer campanha. Até porque, antes de termos uma pessoa, um nome, precisamos de uma boa proposta e só receberemos apoio e votos se nossas ideias forem acolhidas pela sociedade”, explicou Eduardo Jorge.

Eduardo Jorge afirmou ainda a relevância de uma reforma política que consolide o parlamentarismo como modelo a ser seguido, uma vez que configura o regime das “democracias mais consolidadas do mundo”. Segundo ele, o momento de crise de representatividade clama por mudanças e pelo restabelecimento do prestígio do fazer político.

Ele reforçou também a orientação municipalista do Partido Verde, a redução para 14 do número de ministérios do governo atual, o fortalecimento da economia verde e solidária e o diálogo aberto com o setor do agronegócio brasileiro, mas com foco prioritário na agricultura orgânica e familiar, além de um progressivo banimento do uso de agrotóxico nas plantações.

Outro ponto bastante discutido foi a produção e o uso de energia no Brasil e apresentação de alternativas mais limpas, baratas e eficientes que o petróleo e o etanol, inclusive com a 'descarbonização' da matriz energética brasileira. Eduardo Jorge fez questão de enfatizar a “opção suicida” pelo Pré-Sal, em que se paga muito por uma alternativa repleta de problemas técnicos, econômicos e ambientais. Ele frisou ainda a tradicional posição do Partido Verde de ser contra qualquer forma de energia nuclear, bem como a programação de desativação das usinas existentes no litoral do Rio de Janeiro.

Além de Eduardo Jorge, outros nomes também oficializaram a pré-candidatura aos governos estaduais durante o encontro, como Gilberto Natalini (Governo do Estado de São Paulo), Rosane Ferreira (Governo do Estado do Paraná), José Carlos Lima (Governo do Pará), Marcelo Lelis (Governo do Tocantins) e Roberto Rocco (Governo do Rio de Janeiro).

Tags: candidatos, Eleições, lançamento, partido, verde

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.