Jornal do Brasil

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

País

Governo de PE garante moradia para 352 famílias de comunidade do Recife

Jornal do Brasil

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, garantiu a posse do terreno da comunidade 21 de Abril, que fica na Várzea, Zona Norte do Recife. A área de cerca de 28 mil metros quadrados foi adquirida por R$ 7,2 milhões. Deste total, R$ 1 milhão foi pago com recursos do Tesouro e R$ 6,2 milhões em troca de áreas pertencentes ao Estado. Em dois anos, será construído um conjunto habitacional que abrigará as 352 famílias da comunidade 21 de Abril. 

"A aquisição deste terreno não foi singela. O processo, que envolvia diversos herdeiros, era tão complicado que mesmo que tivéssemos o dinheiro, não conseguiríamos comprar. Hoje, estou feliz em entregar essa escritura e garantir o acesso à moradia dessas famílias que tanto lutaram", disse o governador, explicando que, até a entrega dos novos apartamentos, os moradores vão receber o auxílio-moradia. 

Ainda durante a solenidade, que aconteceu no gabinete do governador, o secretário das Cidades, Danilo Cabral, ressaltou que essa é uma etapa importante no processo de acesso à moradia dessa comunidade, pois nada poderia ser feito sem a escritura do local. "Agora, é só questão de tempo para que essas famílias estejam em seus apartamentos", disse, explicando que o valor do auxílio-moradia também foi reajustado. Agora, o benefício, que atinge duas mil famílias, passou de R$ 151 para R$ 200.  

A recepcionista Vera Brito, que mora com o marido e as filhas na comunidade, não escondeu a emoção durante o anúncio. "Foram quase 10 anos de luta e hoje nós só temos a agradecer pelo empenho dessa equipe", disse. 

O novo habitacional terá nove blocos, totalizando 352 unidades, contratadas através do Programa Minha Casa, Minha Vida. O projeto, orçado em R$ 25 milhões,  já está tramitando na Caixa Econômica Federal. 

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, ressaltou a sensibilidade do Governo do Estado na condução desse processo. "Esse tipo de ação, muitas vezes, parece ser tão pequeno diante das iniciativas do Governo do Estado, mas é uma mudança tão grande na vida dessas famílias", contou, salientando que nesse processo predominou a luta da comunidade, que nunca desistiu.

Tags: Campos, capital, ocupação, Pernambuco, terreno

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.