Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

País

Alckmin anuncia projeto contra falta de água em SP

Portal Terra

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou na tarde desta quarta-feira um projeto de interligação de reservatórios que deve ficar pronto em dois anos para evitar que o problema que ocorre no Estado em relação ao abastecimento de água se repita. Na última medição, o Sistema Cantareira registrou apenas 14,7% de sua capacidade e já compromete a região norte do Estado. Porém, para controlar a situação atual de falta de água, Alckmin afirmou que o Estado está preparado, já que não utilizará o chamado "volume morto" do Cantareira em sua totalidade.

"Não tem nada a ver com o problema de agora. Estamos preparados com reserva técnica(volume morto) de 400 milhões de metros cúbicos. A Sabesp já fez todo trabalho para, se necessário, no inverno, retirar até 196 milhões de metros. Ainda teríamos 204 milhões de metros cúbicos".

Os reservatórios que seriam interligados nesse projeto são o de Jaguai e de Atibainha. Segundo o governador, a obra está estimada em R$ 500 milhões e ainda está em fase de aprovação.

De acordo com Alckmin, o Estado tem seis sistemas de abastecimento de água, porém está passando por ciclos irregulares. Segundo ele, o Rio Grande está com 93% de reservação de água, seguido pelo Rio Claro com 87% de reservação, Guarapiranga com 76,1%, o Alto Cotia 59%, Alto tietê, 37,6% e o Cantareira 14,7%. "Temos o Cantareira numa situação difícil, o que mostra como estão irregulares em uma mesma metrópole", disse. 

Tags: abastecimento, água, calor, consumo, racionamento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.