Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

País

'El Paìs': Brasil tem uma das democracias mais sólidas da América Latina

Jornal do Brasil

"Por que o Brasil nunca será a Venezuela chavista?" é o título do artigo publicado nesta terça-feira (18/3) pelo jornalista Juan Arias, no jornal espanhol El Paìs. Arias diz que já ouviu que o Brasil pode se tornar uma Venezuela chavista, no caso de uma maior hegemonia do Partido dos Trabalhadores (PT). "É verdade que ainda existam vozes, embora minoritárias, que flertam com a ditadura da Venezuela ou, pelo menos, desejariam que aqui houvesse um governo popular, menos dependente de partidos de direita ou de centro, como o PMDB, para levar a cabo uma política com mais 'força social'”, destaca o texto.

Arias considera que este é um "medo sem consistência" e faz uma comparação afirmando que Lula [Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente do Brasil] não é Chávez [Hugo Chávez, ex-presidente da Venezuela]  e nem Dilma [Dilma Rousseff, presidente do Brasil] é Maduro [Nicolás Maduro, presidente da Venezuela], apesar de todos eles apoiarem um governo que foi eleito nas urnas - "algo que, contudo, já está sendo criticado, já que se esperaria do governo brasileiro uma maior condenação da repressão do Executivo de Maduro contra os opositores mortos por suas milícias", diz o jornalista. O texto ressalta que o Brasil já cicatrizou as feridas da ditadura e quem está à sua frente é uma ex-guerrilheira que foi presa e torturada pelos militares, citando ainda que está em andamento no país uma Comissão da Verdade para investigar os corredores "ainda escuros" do "período de terror", e os militares têm acatado as conclusões. 

Na opinião de Arias, não há no Brasil qualquer situação que leve a um golpe e desde que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso passou o Ministério da Defesa para a responsabilidade de um civil, as Forças Armadas passaram a ser uma instituição democrática como qualquer outra no país. Descreve ainda que o país possui uma "classe média intelectual" capaz de manter essa democracia e se manifesta à qualquer ameaça de cerceamento à liberdade civil. E assim, foi bloqueada durante o governo Lula uma tentativa de um grupo do PT de controlar a liberdade de expressão - "que pretendia impor até uma regulação à conduta e ao trabalho dos jornalistas", afirma o jornalista espanhol. Segundo Arias, o projeto foi colocado por Lula e Dilma em "alguma gaveta do Planalto". 

A liberdade de expressão, imprensa e de ideias existem no Brasil e. de acordo com o artigo de Arias, se algum governo tentar mudar esse quadro, enfrentará a oposição frontal da "classe pensante" e da maioria dos partidos. O artigo descreve o Brasil como o país uma das democracias mais sólidas da América Latina, com a harmonia entre os seus três poderes do Estado. "O fato de que o sistema começa a chiar cada vez que a independência de algum dos três poderes se sente ameaçada é a melhor prova de que não existe neste país a possibilidade de que qualquer um desses poderes possa ser esmagado ou dominado pelos demais, o que costuma sempre levar a regimes autoritários ou ditatoriais", diz o texto. O jornalista considera ainda que o Brasil está vacinado contra as "aventuras bolivarianas de alguns de seus países vizinhos". 

Quanto as próximas eleições, Arias diz que os candidatos a presidente são pessoas de crenças democráticas absolutas. "O Brasil, no 50º aniversário de sua triste e dolorosa aventura ditatorial, está vacinado contra o vírus desses populismos que ainda continuam vivos em parte do continente, embora cada vez menos apoiados principalmente pelas novas gerações de jovens menos ideológicos, mais pragmáticos e que acreditam nos valores de uma democracia da qual possam ser atores e não apenas figurantes", considera o autor.

Tags: chavista, democracia, Lula, partido, rousseff, trabalhadores, Venezuela

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.