Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

País

Mais uma capítulo envolvendo Paulo Maluf e dinheiro no exterior

Jornal do Brasil

Um personagem que aparece com frequência nos noticiários sobre denúncias de corrupção mais uma vez é destaque, nesta segunda-feira (17). As autoridades da Ilha de Jersey anunciaram que receberam documentos que comprovam que o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) foi pressionado pelo Deutsche Bank a revelar a origem dos US$ 200 milhões que movimentou no exterior e ele admitiu que controlava uma das empresas que administraram os recursos. Desde que o esquema foi revelado, há 13 anos, essa foi a primeira vez que Maluf reconhece publicamente ser o proprietário dos recursos. 

Em fevereiro, o Banco alemão Deutsche fechou um acordo com a prefeitura de São Paulo e com o Ministério Público para pagamento de indenização no valor de US$ 20 milhões aos cofres públicos. De acordo com a denúncia do MP, o banco alemão teria sido a ponte na movimentação dos recursos desviados por Maluf. O Deutsche concordou com o pagamento da indenização, que corresponderia a 10% do total desviado e que a família Maluf teria movimentado na conta. Contrapartida, o banco será beneficiado com o arquivamento da ação contra ele. 

Tags: alemão, banco, desvio, jersey, Maluf, recursos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.