Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

País

Morte de PM deixa polícia amazonense em alerta

Portal Terra

O assassinato de um soldado da Polícia Militar na zona leste de Manaus,nesta sexta por volta das 20h, e outro caso, no mesmo horário, na zona centro-sul, onde um cabo PM matou um bandido em uma suposta emboscada, colocou as polícias civil e militar do Amazonas em estado de alerta durante a noite desta sexta e a madrugada deste sábado.

Segundo fontes das corporações, as ocorrências envolvendo PMs gerou uma onda de boatos onde o foco principal das informações era de que  estava havendo uma "retaliação do crime organizado" motivada pela caçada que o sistema de segurança pública está fazendo aos assassinos do delegado Oscar Cardoso, morto com mais de 20 tiros no último domingo.

O alerta foi repassado em toda a rede de rádio da PM como um áudio gravado dentro de uma das viaturas na noite de ontem. "Todas as viaturas da zona leste devem andar em dupla. Se não der pra andar em dupla, fica em trio. A determinação é porque tem vários casos aí na área para pegar policiais. Já atentaram três policiais, incluído um da 21'. Então, vamos ficar atento na situação.  Eu estou pedindo autorização para pegar a famai (metralhadora). A homicídios também vai cair dentro na área porque vai ter uma noite quente hoje. Então,  a partir de agora, segurança máxima.  Avisem os companheiros de folga  para tomarem cuidado na rua", diz a mensagem.

Motivo do alerta

Segundo a polícia, por volta das 20h desta sexta,  o soldado Daniel Santos, lotado na 25 Cicom, chegava em casa com a esposa. Ele morava na rua C, no bairro Armando Mendes, zona leste de Manaus. Ao descer do carro o PM foi atingido com quatro tiros. Os suspeitos ainda roubaram a pistola  ponto 40 do policial antes de fugir. Daniel ainda foi socorrido pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu), mas já estava morto quando deu entrada no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, também na zona leste da capital amazonense.

Quase no mesmo horário,  o cabo Oscar Colares teria sido vítima de uma emboscada no bairro da Raiz, zona centro-sul. O PM reagiu e acabou matando um dos suspeitos.  O policial também foi baleado, socorrido e passa bem.

A cúpula da segurança pública no Amazonas se manifestou  na manhã deste sábado e contemporizando os casos envolvendo os dois policiais militares ontem a noite. O secretário executivo do programa Ronda no Bairro, coronel Amadeu Soares, disse que os casos são fatos isolados. "Soubemos que foi uma tentativa de assalto. Os bandidos se assustaram com a presença dele e atiraram. Foi um caso isolado", afirmou.

Entretanto, comandante da PM, coronel Almir David, disse que os policiais irão trabalhar em alerta até que os dois casos sejam esclarecidos. "Quando chegou a informação de um outro policial baleado, decidimos reforçar a segurança entre todos que estão trabalhando, enquanto verificamos, de fato, o que ocorreu", disse.

Mensagem

Agora pela manhã um policial civil da Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS), que pediu sigilo constitucional da fonte, e que passou a noite investigando os dois casos, enviou a reportagem a seguinte mensagem de texto, "apenas um desabafo... Nunca vi tanta informação falsa na minha vida.... Um verdadeiro caos na cidade. Toda as equipes da DEHS na rua e posso garantir que faleceu um PM de nome Daniel e outros 4 homicídios aleatórios... Muitas pessoas estão querendo colocar Polícia contra Polícia... Mais isso não vai acontecer, pois seria um caos total. A Polícia Civil está em campo...".

Tags: delegado, emboscada, manaus, morte, oscar cardoso, Policial

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.