Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

País

Saúde cancela registros de dois cubanos desligados do Mais Médicos

Agência Brasil

Portaria do Ministério da Saúde publicada hoje (13) no Diário Oficial da União cancela os registros de dois profissionais cubanos que foram desligados do Programa Mais Médicos. Ambos estavam lotados no município de Medicilândia (PA). Com o cancelamento do registro, eles ficam impedidos de exercer medicina no Brasil até que revalidem o diploma. No total, 114 médicos já foram desligados do programa.

O último balanço do governo indica que 9.425 profissionais integram o Mais Médicos, distribuídos em 3.241 cidades e 32 distritos indígenas. O programa, segundo a pasta, atinge quase 33 milhões de brasileiros e contempla mais de 70% da demanda por médicos apontada pelos municípios.

Lançado em julho do ano passado pela presidenta Dilma Rousseff, o Mais Médicos tem como objetivo aperfeiçoar a formação de médicos na Atenção Básica, ampliar o número de médicos nas regiões carentes do país e acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde.

Os profissionais do programa recebem bolsa formação de R$ 10,4 mil por mês e ajuda de custo pagas pelo Ministério da Saúde. Em contrapartida, os municípios ficam responsáveis por garantir alimentação e moradia aos participantes.

Tags: brasil, Cuba, médico, programa, SAÚDE

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.