Jornal do Brasil

Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2014

País

Cabeleireiro é preso por vender drogas a estudantes no AM

Portal Terra

Depois de várias tentativas frustradas de prisão em flagrante, a Polícia Civil do Amazonas conseguiu prender, no final da tarde de quarta-feira, um cabeleireiro de 30 anos que, segundo as investigações, usava o salão de beleza como fachada para vender drogas a alunos de uma escola estadual no bairro de Santa Etelvina, na zona norte de Manaus.

"Há meses temos recebido denúncias de moradores, mas sempre que nossos investigadores davam o bote, nunca achavam droga. Ontem, recebemos a informação de onde o suspeito escondia o entorpecente", contou o delegado Walter Cabral, titular do 26º Distrito Integrado de Polícia, localizado no mesmo bairro do flagrante.

Segundo a denúncia, o cabeleireiro Antonio Batista Dias, 30 anos, escondia maconha e xi dentro de um colchão de esponja que ficava nos fundos do salão. Quando a polícia chegou ao salão de beleza, localizado na rua Santa Etelvina, o suspeito ainda reclamou com os policiais que eles o estavam perseguindo porque sempre iam lá e nunca achavam nada.

"Dessa vez, nosso pessoal foi direto ao quarto dos fundos e pediu que o cabeleireiro acompanhasse a revista. Ao rasgarmos o colchão, encontramos 65 papelotes com maconha e óxi", disse o delegado.

Na delegacia, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, Antônio negou ser dono da droga e também ser usuário. O suspeito só não soube explicar como a droga foi parar no colchão e porque tinha quatro tatuagens com desenho de folha de maconha espalhados pelo corpo.

"Graças a confiança e a insistência da população em denunciar, conseguimos prender o suspeito que tinha os alunos de uma escola Arthur Virgílio Filho, perto de seu salão de beleza, como os principais compradores", comemora Cabral.

Tags: alunos, Amazonas, drogas, prisão, venda

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.