Jornal do Brasil

Domingo, 18 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

País

"O PMDB só me dá alegria", diz Dilma

Jornal do Brasil

 "O PMDB só me dá alegria", afirmou a jornalistas a presidente Dilma Rousseff, que está no Chile onde se encontrou com a presidente eleita, Michelle Bachelet, que toma posse hoje. A declaração de Dilma, após dois dias de intensas negociações com líderes do PMDB, minimiza a crise da aliança com o Executivo, que vinha se desenhando nos últimos dias.

O ponto de discórdia é o líder da bancada na Câmara, Eduardo Cunha que, insatisfeito com a postura da presidência, teria formado um 'blocão' para pressionar as votações em plenário, e sugeriu que a aliança seja "repensada" deviso à insatifação de parlamentares.

Dilma durante encontro com atletas brasileiros em Viña del Mar
Dilma durante encontro com atletas brasileiros em Viña del Mar

>> Bancada do PMDB se reúne para tomar posição sobre Cunha

>> Cunha avisa: "Tentar me isolar é isolar a bancada do PMDB"

>> Em encontro com Dilma, Michel Temer vai defender posição de Eduardo Cunha

Dilma volta à noite

Após a cerimônia de posse de Michelle Bachelet, os chefes de Estado retornam a Viña del Mar para cumprimentar Bachelet e participar de almoço oferecido pela chilena, marcado para as 14h. Dilma ainda participa de fotografia oficial com os demais chefes de Estado e de Governo, no Palácio Presidencial Cerro Castilho, de onde se desloca para embarcar de volta ao Brasil. Ela tem chegada prevista para o fim da noite.

A presidenta volta, mas o chanceler Luiz Alberto Figueiredo fica no Chile para discutir, quarta-feira (12), a situação da Venezuela com ministros das Relações Exteriores de países da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

Tags: PMDB, PT, crise, política, presidência

Compartilhe: