Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

País

"O PMDB só me dá alegria", diz Dilma

Jornal do Brasil

 "O PMDB só me dá alegria", afirmou a jornalistas a presidente Dilma Rousseff, que está no Chile onde se encontrou com a presidente eleita, Michelle Bachelet, que toma posse hoje. A declaração de Dilma, após dois dias de intensas negociações com líderes do PMDB, minimiza a crise da aliança com o Executivo, que vinha se desenhando nos últimos dias.

O ponto de discórdia é o líder da bancada na Câmara, Eduardo Cunha que, insatisfeito com a postura da presidência, teria formado um 'blocão' para pressionar as votações em plenário, e sugeriu que a aliança seja "repensada" deviso à insatifação de parlamentares.

Dilma durante encontro com atletas brasileiros em Viña del Mar
Dilma durante encontro com atletas brasileiros em Viña del Mar

>> Bancada do PMDB se reúne para tomar posição sobre Cunha

>> Cunha avisa: "Tentar me isolar é isolar a bancada do PMDB"

>> Em encontro com Dilma, Michel Temer vai defender posição de Eduardo Cunha

Dilma volta à noite

Após a cerimônia de posse de Michelle Bachelet, os chefes de Estado retornam a Viña del Mar para cumprimentar Bachelet e participar de almoço oferecido pela chilena, marcado para as 14h. Dilma ainda participa de fotografia oficial com os demais chefes de Estado e de Governo, no Palácio Presidencial Cerro Castilho, de onde se desloca para embarcar de volta ao Brasil. Ela tem chegada prevista para o fim da noite.

A presidenta volta, mas o chanceler Luiz Alberto Figueiredo fica no Chile para discutir, quarta-feira (12), a situação da Venezuela com ministros das Relações Exteriores de países da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

Tags: crise, PMDB, política, presidência, PT

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.