Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

País

MP denuncia dois PMs por queimar e matar suspeito no RS

Portal Terra

O Ministério Público (MP) do Rio Grande do Sul denunciou dois soldados do 19º Batalhão de Polícia Militar (19º BPM), responsável pela zona leste de Porto Alegre por matar um homem e espancar outro, enquanto faziam bico como seguranças particulares para uma empresa que transmite dados por meio de fios de rua. 

Segundo a denúncia, Cleiton Rodrigues de Oliveira, o Testa, 25 anos, envolvido com furtos de cabos, morreu após ser agredido e queimado em uma fogueira, que seria usada por ele próprio para derreter o isolante que protege a fiação. A pessoa que acompanhava Oliveira, um homem de 32 anos, e que sobreviveu, está sumida, possivelmente com medo de represálias. As informações foram publicadas no jornal Zero Hora. 

Os policiais militares Deivid Duarte Freire e Marcos Ricardo Ziani, ambos com 27 anos, estão com prisão preventiva decretada pela 1ª Vara do Júri da Capital e são considerados foragidos. Dias antes de a Justiça determinar a captura deles, os soldados conseguiram licenças médicas e não apareceram mais em casa nem no quartel. Eles apresentaram atestados sob o argumento de que sofrem de distúrbios emocionais. Um terceiro soldado também é apontado como envolvido no caso, mas não teve a prisão decretada. "Pela forma de agir, para mim, se trata de uma milícia armada, a primeira que tenho notícia em Porto Alegre", disse a promotora Lúcia Helena de Lima Callegari.

Tags: assassinato, denúncia, gaúchos, Ministério, policiais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.