Jornal do Brasil

Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

País

Escolas do grupo especial de SP investiram R$ 35 milhões no carnaval 

Agência Brasil

Cada uma das 14 escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo investiu em torno de R$ 2,5 milhões para desfilar no sambódromo este ano. Isto é o que apontou a terceira edição do Censo (100 anos) do Samba Paulistano, publicação lançada pela SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos de São Paulo.

Segundo o censo, o investimento total das 14 escolas do Grupo Especial alcançou, este ano, cerca de R$ 35 milhões. Cada escola entrou no sambódromo com uma média de 3 mil integrantes.

Já entre as oito escolas do Grupo de Acesso, o investimento médio alcançou R$ 1,2 milhão por escola. De acordo com o censo, o número médio de componentes de cada escola do Grupo de Acesso este ano foi 2,3 mil pessoas.

O censo deste ano faz uma homenagem aos 100 anos do samba paulistano trazendo um glossário com o nome de personalidades do carnaval da cidade. O nascimento das escolas de samba corresponde à fundação, em 1914, do Grupo Carnavalesco Barra Funda, que foi às ruas até meados de 1930, levando instrumentos de sopro e cordas, além de alguma percussão.

Tags: desfiles, escolas, folia, gastos, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.