Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

País

Deficiente visual julga "baterias" de blocos paulistanos

Portal Terra

No Carnaval de rua de São Paulo, no bairro da Luz, região central da capital paulista, Giovanna Maira, 27 anos, tem a incumbência de ser uma das julgadoras das baterias dos Blocos Especiais que se apresentam no local. Deficiente visual desde 1 ano de idade, ela, que é cantora lírica, diz que enxergar pela arte é a maneira que escolheu para ver o mundo.

Giovanna explica que há três anos a União das Escolas de Samba Paulistanas (Uesp) abriu um curso para que deficientes visuais pudessem ser avaliadores de bateria. Ela se interessou e desde então ajuda a julgar o coração dos blocos de samba.

"É uma experiência diferente de entrar e cantar para uma plateia, no teatro. Música é igual em qualquer lugar, mas julgar nos coloca uma responsabilidade nos ombros", diz ela.

A jurada conta ter perdido a visão por conta de um câncer na retina. E a partir daí teve a arte como uma forma de não se isolar do mundo.  "Aos 3 anos o médico incentivou que eu começasse a me ambientar com música. Comecei pelo piano e não parei mais. Passei pelo teclado, violão,  flauta, canto, canto popular. Estudei canto lírico na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) . Também componho, além de atuar no teatro. Eu faço muitas coisas. É um desafio. Eu amo a arte", afirma.

Giovanna conta que tem uma empresa que oferece serviços na área de eventos sociais e corporativos e também faz palestras motivacionais. No Carnaval, já desfilou pela Camisa Verde e Branco, atualmente no grupo de Acesso do Carnaval paulistano. "Limitação não é sinônimo de vida triste, de dor. A vida do deficiente visual, do cadeirante, do surdo, é permeada de nãos".

Ela conta que entrar na avenida é como um choque elétrico. "Você está lá cansada, com a fantasia pesada, mas entra na avenida e passa tudo".

Neste domingo, se apresentaram Caprichosos do Piqueri, Mocidade Amazonense, Pavilhão 9, Chorões da Tia Gê, Vovó Bolão, Caprichosos da Zona Sul e Mocidade Independente da Zona Leste.

Tags: Blocos, desfiles, julgadora, ruas, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.