Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

País

Prefeito e mais sete são indiciados por furto de água no oeste de SC

Portal Terra

O prefeito de Abelardo Luz e outras sete pessoas foram indiciados pela Polícia Civil por suspeita de furto de água de um prédio público da cidade localizada no oeste de Santa Catarina. A investigação apontou um dano de R$ 13 mil ao Fundo Municipal de Saúde, responsável pelo pagamento da conta de água. 

A polícia começou a apurar a irregularidade após receber uma denúncia de que havia um desvio clandestino de água no prédio do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), que estava beneficiando moradores do bairro Alvorada. Ao chegarem ao local, os policiais e um representante da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) constataram que uma mangueira ligada a uma torneira do prédio público levava água para os moradores das proximidades.

A ligação foi então interrompida e deu início uma investigação para levantar o montante de água desviado e quem efetuava o pagamento. Durante o inquérito, a Polícia Civil conseguiu comprovar que depois que a ligação clandestina foi feita houve um aumento mensal de aproximadamente R$ 1 mil no consumo de água do prédio do CAPS, valor que era pago pelo Fundo Municipal de Saúde do município. Além disso, segundo os encarregados do caso, ficou comprovado que o desvio existia há mais de um ano e meio e que havia sido autorizado pelo prefeito Dilmar Antônio Fantinelli e pelo servidor Vanderlei Guimarães.

Segundo as investigações, o Fundo Municipal de Saúde pagou mais de R$ 19 mil de água durante o período. Se condenados, os suspeitos poderão ter uma pena de até quatro anos de reclusão. Já pelos atos de improbidade administrativa, eles podem ser obrigados a ressarcir integralmente o dano, perder a função pública, ter suspensos os direitos políticos de cinco a oito anos, além de pagar multa civil de até duas vezes o valor do dano. 

Tags: água, cidade, gato, prefeitura, Santa Catarina

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.