Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

País

TJ do Paraná condena Requião por ofensas a ministro Paulo Bernardo

Jornal do Brasil

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR)  confirmou hoje (27), por unanimidade, a condenação do senador Roberto Requião por ofensas dirigidas ao ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, marido da senadora e pré-candidata do PT ao governo do Estado, Gleisi Hoffmann. O valor da condenação, já com os honorários de sucumbência que Requião terá de pagar a Luiz Fernando Pereira - advogado do ministro -, passa de R$ 75 mil. Requião já estava condenado em primeira instância pelas mesmas acusações.

A discussão começou em 2010, depois que Requião sugeriu que Paulo Bernardo teria apresentado um projeto superfaturado para a Ferroeste, durante reunião da chamada "escolinha" de governo, transmitida na época pela rádio e TV Educativa. Como Requião fez inúmeras acusações, Bernardo propôs a ação por danos morais.

O Tribunal de Justiça ainda entendeu que também o estado do Paraná poderá ter de indenizar Bernardo pela parcela das acusações que foram veiculadas na escolinha de governo. Requião queria que tudo fosse arcado pelo Estado, inclusive as acusações pelo Twitter. O TJ recusou a tese de jogar a conta toda para o erário.

 

 

Tags: condenação, justiça, ofensas, paraná, Senador

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.