Jornal do Brasil

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

País

Ficha Limpa colhe 70 mil assinaturas para exigir certidão cível de candidatos

Jornal do Brasil

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, formado pelo Conselho Federal da OAB juntamente com mais de 60 instituições, entregou ao Tribunal Superior Eleitoral um abaixo-assinado com cerca de 70 mil assinaturas que pede que o órgão torne obrigatório aos candidatos às eleições que apresentem certidão cível limpa.

O MCCE entregou as assinaturas para o diretor-geral do TSE, Atayde Fontoura Filho, com um pedido para que o órgão inclua a mudança já nas eleições gerais deste ano. 

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral foi representado pela diretora Jovita José Rosa, por Luciene Pereira, presidente da Associação dos Auditores de Controle Externo dos Tribunais de Conta do Brasil, e por Nedens Ulisses, vice-presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público.

O diretor-geral do TSE elogiou a iniciativa e considerou importante a ação do MCCE. Para Atayde, todas as ações que aumentem o alcance da lei que proíbe pessoas com ficha-suja de se candidatarem são bem-vindas. 

Segundo Jovita Rosa, do MCCE, a exigência da certidão cível facilitará o trabalho da Justiça, pois evitaria futuros processos de candidatos em desacordo com a Lei Ficha Limpa. As 68.427 assinaturas foram colhidas pelo MCCE em uma semana na plataforma da Change.org:  www.change.org/certidoesciveis.

Tags: 2014, candidaturas, certidões, Eleições, Limpeza

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.