Jornal do Brasil

Quarta-feira, 3 de Setembro de 2014

País

Parente do governador de Alagoas, empresário é morto em assalto

Portal Terra

O empresário Guilherme Brandão foi morto com um tiro na manhã desta quarta-feira em Maceió durante assalto à casa noturna Maikai, de sua propriedade. Segundo as informações iniciais, dois criminosos invadiram a choperia e casa de shows, anunciaram assalto e levaram em torno de R$ 2 mil. Brandão era parente do governador Teotonio Vilela Filho (PSDB), que cresceu junto com o pai da vítima na cidade de Viçosa, na Zona da Mata alagoana.

O secretário de Estado da Defesa Social, Eduardo Tavares Mendes, analisa algumas linhas de investigação, mas não revela com quais hipóteses trabalha. Inicialmente, a Delegacia de Homicídios assumiu o caso, mas, em reunião com Tavares Mendes e o delegado geral da Polícia Civil, Carlos Reis, o governador pediu que os dois assumissem pessoalmente as investigações. Pelo Facebook, o governador prestou solidariedade aos familiares de Brandão e disse que está consternado com o crime. "Assim como nos demais casos de violência que ocorrem no Estado, tenho cobrado incansavelmente mais celeridade na elucidação e prisão dos responsáveis”, escreveu.

O local do crime fica a cerca de 200 metros do corredor Vera Arruda, no bairro de Ponta Verde, área nobre de Maceió, onde o médico José Alfredo Vasco Tenório, 67 anos, foi morto em 2012. O médico pedalava quando foi abordado pelos criminosos, e mesmo sem reagir e entregar a bicicleta, foi morto com um tiro nas costas. Na época, o governador viajou a Brasília para pedir socorro ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e pedir a implantação em Alagoas do Programa Brasil Mais seguro, plano-modelo de combate da violência.

Os índices permanecem muito superiores a 10 mortes para cada 100 mil pessoas, o que caracteriza “violência epidêmica”, segundo a classificação da Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo o Mapa da Violência 2013 do Ministério da Justiça, Maceió tem a maior taxa de homicídio do País entre as capitais, com 111,1 homicídios por 100 mil habitantes. Segundo a ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, Maceió é a quinta cidade mais violenta do mundo, abaixo apenas de San Pedro Sula, em Honduras; Caracas, na Venezuela; Acapulco e Culiacán, ambas mexicanas.

Ontem, a Comissão de Direitos Humano da Ordem dos Advogados de Alagoas (OAB-AL) divulgou pesquisa feita com base em dados enviados pelos órgãos da Secretaria de Estado da Defesa Social e em informações veiculadas pelos meios de comunicação. Conforme o estudo, o número de jovens mortos em Alagoas aumentou 5,48% entre 2012 e 2013. Na apresentação, foi mostrado que as mortes das pessoas com faixa etária entre 15 e 29 anos equivalem a 57,71% de todos os homicídios acontecidos em Alagoas em 2012 e 2013. Foram 2.696 jovens assassinados, sendo 2.337 por armas de fogo - o que representa 86,68% desse montante.

Tags: Assalto, boate, parente, teotônio, vilela

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.