Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

País

Papa pede a novos cardeais que sejam humildes e evitem intrigas

Agência Brasil

Na missa após a nomeação de 19 cardeais, o papa Francisco voltou a falar sobre a importância da humildade, que tem pregado desde que assumiu o pontificado, e pediu aos novos cardeais que evitem intrigas. A missa foi celebrada na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Entre os novos cardeais está o brasileiro dom Orani Tempesta.

Um cardeal "entra na Igreja de Roma, não entra numa Corte", disse Francisco, que pediu aos presentes para evitarem "hábitos cortesãos", como as "intrigas, mexericos e favoritismos".

O pontífice, que escolheu morar fora dos apartamentos oficiais do Vaticano para viver em maior simplicidade, pediu recentemente aos fiéis que se abstenham de "bisbilhotice", destacando que "ser santo não é um luxo, é necessário para a salvação do mundo".

Muitos dos novos cardeais são provenientes de cidades "periféricas", desde Ouagadougou (Burkina Faso), Abidjan (Costa do Marfim), do Haiti, de Cotabato, nas Filipinas, de Manágua (Nicarágua), Castries (Santa-Lúcia, nas Antilhas), a Perugia, no centro de Itália.

Dezesseis dos novos cardeais têm menos de 80 anos e entram no Sagrado Colégio, podendo participar de um conclave para eleger um novo papa, e três são novos cardeais eméritos sem direito de voto. O Colégio Sagrado agora tem 218 cardeais, incluindo 122 eleitores.

A presidenta Dilma Rousseff, que participou ontem (22) da cerimônia que oficializou os novos cardeais, deixou o Vaticano às 11h50, no horário local, e não compareceu à missa. Ela se reuniu na sexta-feira (21), com o papa Francisco e pediu ajuda do pontífice para a propagação, durante a Copa do Mundo, de mensagens de paz e de luta contra o preconceito. Pelo Twitter, a presidenta disse nesse sábado (22) que ele concordou em participar: "O @pontifex_pt concordou em gravar uma mensagem nesse sentido para a #CopaDasCopas".

Dilma está na Bélgica, onde participa do 7º Encontro Empresarial Brasil-União Europeia, que ocorrerá amanhã (24), em Bruxelas. No encontro, está previsto o lançamento do plano de ação de competitividade e investimentos. A presidenta deverá também discutir a viabilidade da construção de um cabo ótico submarino para facilitar a comunicação eletrônica com a Europa. Ainda hoje, Dilma jantará com lideranças empresariais do Brasil.

Tags: cardeais, missa, nomeação, rousseff, tempesta

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.