Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

País

Campos anunciará Paulo Câmara candidato ao governo de Pernambuco

Portal Terra

Após meses de novela, o governador de Pernambuco e pré-candidato à presidência da República, Eduardo Campos (PSB), vai anunciar oficialmente, nesta sexta-feira, que o secretário estadual da Fazenda, Paulo Câmara, será o candidato do PSB ao governo de Pernambuco. O deputado federal Raul Henry (PMDB) será o vice e o ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), candidato ao Senado.

O governador quer aproveitar a série de eventos pré-carnavalescos como vitrine para apresentar o seu candidato e evitar o desgaste que estava se criando em torno da escolha. Em princípio, a ideia é que tanto Campos quanto Câmara se desincompatibilizem dos seus atuais cargos em abril. 

A notícia vazou à imprensa na manhã desta quinta-feira e logo foi confirmada pelos deputado estadual Aluísio Lessa e pelo presidente estadual do PSB, Sileno Guedes. O anúncio oficial será feito por Campos na sexta-feira, às 10h, em local ainda indefinido junto ao partidos da base aliada. 

Neste final de semana, há expectativa de que Campos e Câmara participem de eventos como o Baile Siri na Lata, na sexta-feira, no Baile Municipal, no sábado, e nas Virgens de Bairro Novo, no domingo, em Olinda. Além disso, eles devem participar de eventos de Carnaval, que começam no dia 2 de março.

Durante este tempo de escolha, Campos e o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, conversaram com correligionários e os presidentes dos partidos da Frente Popular - aliança de partidos que dá sustentação ao governo estadual – para colher impressões, e Câmara foi o nome que sofreu menos resistência. 

Desde o final do ano passado, diversos nomes foram analisados e descartados por Campos, como os secretários Tadeu Alencar (Casa Civil), Milton Coelho (Governo), Danilo Cabral (Cidades) e o ex-deputado Maurício Rands. Correndo por fora estavam o vice-governador João Lyra Neto e Bezerra Coelho, que, ao ser preterido, vai concorrer ao Senado.

Tags: 2014, eduardo, Eleições, Governo, pe

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.