Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

País

Maceió receberá R$ 400 milhões do governo para mobilidade urbana

Agência Brasil

O governo federal anunciou hoje (18) repasse de R$ 399,3 milhões para investimentos em mobilidade urbana em Maceió e na região metropolitana. O anúncio foi feito pela presidenta Dilma Rousseff, em visita à capital alagoana, onde também entregou caminhões-pipa e caminhões-caçamba.

A ampliação de corredores exclusivos de ônibus e a reforma de trilhos e estações de metrô serão os principais destinos da verba, que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2. Ao anunciar as melhorias no transporte público da região, Dilma afirmou que o veículo leve sobre trilhos (VLT) e o corredor de ônibus são dois avanços do transporte de massa.

“Isso é um processo novo, muda a forma e a rapidez com que há o deslocamento no trânsito de uma cidade”, explicou a presidenta. “Aqui nós vamos fazer dois corredores, dois BRTs [bus rapid transit ou trânsito rápido de ônibus]. Além disso, vamos viabilizar dois veículos leves sobre trilhos”, anunciou.

Com cerca da metade dos recursos (R$ 209 milhões), a linha do VLT será modernizada e recuperada. De acordo com o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, a obra vai englobar 32 quilômetros (km) de trilhos, contemplando 13 estações. Também há a previsão de que o sistema de transporte sobre trilhos seja prolongado em 3,7 km.

Um total de R$ 15 milhões será destinado à elaboração de estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental e projetos de engenharia para a expansão do VLT ligando o centro de Maceió ao Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares.

Os demais investimentos (R$ 175,3 milhões) serão concretizados em parceria com a prefeitura de Maceió, como a implantação da segunda etapa do corredor de ônibus, que vai atender a novos bairros da cidade. De acordo com o Ministério das Cidades, também será construído um terminal de integração entre o sistema de BRT e o corredor.

“Nós queremos um modal integrado: integrar ônibus com trem suburbano, com metrô de superfície ou subterrâneo e, com isso, introduzir nas cidades brasileiras o chamado bilhete único, usado em todas as principais capitais do mundo”, destacou a presidenta.

Para Dilma, as obras no transporte público são importantes para que cada pessoa seja dona do seu próprio tempo. “Nosso propósito é ganhar tempo, chegar mais rápido à escola e ao trabalho para ter um tempo maior para a família, de lazer, e para fazer o que bem entender”, afirmou.

Os recursos anunciados por Dilma fazem parte dos R$ 50 bilhões do PAC2 adicionais concedidos pelo governo após as manifestações de junho do ano passado, que levaram milhões de pessoas às ruas contra o aumento das passagens de ônibus e melhorias no transporte.

Tags: aceleração, crescimento, dilma, mobilidade, programa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.