Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

País

FenaSaúde garante atendimento a usuários de planos de saúde suspensos

Agência Brasil

O atendimento aos beneficiários das operadoras de planos de saúde, que tiveram a comercialização suspensa hoje (18) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está garantido, transmitiu em nota oficial a Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde). A entidade representa 31 operadoras de planos de saúde de 17 grupos empresariais.

A FenaSaúde assegura defender “critérios de avaliação transparentes e a adoção de metodologias precisas de monitoramento do atendimento, que espelhem a realidade de cada operadora avaliada, reduzindo as incertezas no processo de apuração das reclamações dos beneficiários de planos de saúde”.

Os trabalhos do grupo técnico criado pela ANS para debater os critérios de monitoramento do atendimento estão em curso. A FenaSaúde espera que a atividade “gere resultados em favor dos beneficiários dos planos de saúde e da sustentabilidade do mercado”.

A entidade criticou, entretanto, a determinação de prazos de atendimento estabelecidos pela ANS, que considera “uma das mais restritivas do mundo”. Segundo a federação, estudos da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostram que em países desenvolvidos, como  Canadá, Austrália, Suécia e França, metade da população aguarda em média mais de quatro semanas por uma consulta com especialista, e 20% esperam mais de quatro meses para fazer uma cirurgia.

Em contrapartida, no Brasil, o prazo para atendimento ao beneficiário na saúde privada é sete dias para consultas e 21 dias para cirurgias eletivas. A FenaSaúde afiança que apesar da diferença de prazos, as operadoras de planos de saúde filiadas à entidade “empenham esforços contínuos para atender às regulamentações dentro dos prazos estabelecidos, mesmo diante da falta de infraestrutura médica do país”.

 

Tags: agência, nacional, planos, SAÚDE, suplementar

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.