Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Setembro de 2014

País

Câmara deve criar comissão para acomodar PSC

Agência Brasil

A Câmara dos Deputados deve desmembrar a Comissão de Turismo e Desporto para acomodar o PSC, e resolver um impasse sobre a distribuição dos colegiados. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, admitiu hoje (18) a possibilidade de divisão, após aprovação dos líderes partidários.

A negociação começou há duas semanas, logo após o retorno do recesso parlamentar. O PSC quer a presidência de uma comissão, mas surgiu um obstáculo com a criação do Solidariedade (22 parlamentares) e do PROS (19 parlamentares). O PSC, partido que tem 13 deputados e comandou a Comissão de Direitos Humanos e Minorias no ano passado, deixou de ter direito a uma comissão pelo cálculo da proporcionalidade.

Com a divisão da Comissão, o número de colegiados passa de 21 para 22. O desmembramento permitirá que o PSC continue na divisão, mesmo sendo o último a escolher a comissão que irá presidir.

A Mesa Diretora da Câmara define, todos os anos, o número de membros das comissões permanentes a partir do princípio da proporcionalidade. As presidências das comissões são divididas de acordo com o tamanho das bancadas.

Líderes partidários estão reunidos nesta terça-feira para definir a escolha das comissões. Como principal partido do governo e maior bancada na Câmara, com 84 parlamentares, o PT tem prioridade na escolha das três presidências que quer assumir, seguindo uma lista que revezamento com outras legendas.

O PT deve ficar no comando das comissões de Constituição, Justiça e Cidadania, Seguridade Social e Família e Direitos Humanos e Minorias. Outro partido que praticamente definiu as comissões que irá presidir é PSD que deve comandar as comissões de Minas e Energia e a de Defesa do Consumidor. A definição sobre os presidentes de cada colegiado deve ficar para a próxima semana.

Tags: câmara, comissões, deputados, indicação, Membros

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.