Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Setembro de 2014

País

Chuvas obrigam saída de 600 famílias de suas casas em Miracatu (SP)

Agência Brasil

Mais de 600 famílias tiveram as moradias afetadas em razão das chuvas que atingiram, no último sábado (15), o município de Miracatu, no Vale do Ribeira, sul do estado de São Paulo. De acordo com a prefeitura, 102 famílias estão abrigadas em centros comunitários, escolas e igrejas e 504 famílias optaram por se instalar na casa de parentes. Entre a madrugada de sábado e de domingo, choveu cerca de 300 milímetros (mm), quando o esperado para todo o mês era 200 mm. O governo municipal decretou estado de emergência.

O nível do Rio São Lourenço, que corta a cidade, subiu 8 metros, alagando bairros como o da Baixada, na região central, onde morava a maioria dos desabrigados. A prefeitura informou que o rio, agora, está 7 metros acima do normal e há previsão de repetição das chuvas nos próximos dias, o que preocupa ainda mais as autoridades. O Fundo Social de Solidariedade do município está recebendo doações de cestas básicas, produtos de limpeza e água potável, que são os itens de maior carência.

A economia do município é baseada na produção de banana e, com a interdição de estradas, o escoamento está prejudicado. De acordo com a prefeitura, a pior situação é na Estrada dos Morais, onde o acesso está sendo feito apenas com carro pequeno. O prejuízo nas lavouras ainda não foi calculado. Além da dificuldade em transportar a produção, pelo menos três bairros da zona rural estão ilhados. O acesso à população que reside em Faú, Teagem e Jaraçatiá está sendo feito apenas de barco.

O município de Juquiá, a 165 quilômetros da capital, também no Vale do Ribeira, enfrenta situação crítica por causa das chuvas. Cerca 135 pessoas estão desalojadas e 35 estão com as casas interditadas sob monitoramento. No total, 350 casas foram atingidas, entre casos de alagamentos e desabamentos. Segundo a prefeitura, dez bairros da zona urbana e cinco rurais foram atingidos, o que corresponde a mais de 60% da área do município.

O Rio Juquiá transbordou, ficando aproximadamente 7 metros acima do normal. Segundo dados da Defesa Civil do município, o nível está subindo de 3 a 5 centímetros por hora. A Rodovia SP-079, que liga Juquiá a Sorocaba, foi a mais atingida. Na altura do quilômetro 135 houve quebra de barreira, afetando parte da pista. Na SP-165, que liga Juquiá a Sete Barras, houve desabamento de árvores, mas o trânsito já foi liberado.

Tags: ajuda, chuva, desabrigado, são paulo, Temporal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.