Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Setembro de 2014

País

PF prende dois advogados em Cuiabá por desvio de R$ 12 milhões

Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta quinta-feira dois advogados acusados de desvio de recursos de instituição financeira e lavagem de dinheiro em Cuiabá (MT), em uma operação batizada de Assombro. Além dos mandados de prisão, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão nas residências dos suspeitos e em um edifício onde funcionam diversas empresas controladas por eles.

A investigação teve início em maio do ano passado, quando apurou-se que os investigados, já indiciados pela PF em 2013 e denunciados em uma ação penal pelo crime de gestão fraudulenta de instituição financeira, desviaram mais de R$ 12 milhões.

A PF descobriu que o ex-liquidante do Instituto de Previdência Complementar do extinto Banco do Estado do Mato Grosso (Bemat) contratou uma empresa com o escopo de desviar recursos decorrentes de crédito que a instituição tinha com o governo do Estado, reconhecido judicialmente. O desvio foi executado mediante a estipulação de honorários em quase 60% do valor principal.

Para ocultar a natureza ilícita da operação, os acusados se valeram de técnicas para a lavagem de dinheiro, como a assinatura de contrato de confidencialidade e uso de empresa fantasma para o recebimento dos recursos.

Tags: . ação, desvios, federal, polícia, presos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.