Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

País

Autoescolas fazem manifestação na Esplanada dos Ministérios

Agência Brasil

Proprietários de autoescolas do Distrito Federal organizam na manhã de hoje (13) manifestação na Esplanada dos Ministérios contra resolução do Detran que obriga, desde o início deste ano, o uso de simuladores em aulas de direção.

A queixa dos proprietários de autoescolas se refere ao preço de cada simulador – cerca de R$ 40 mil –, superior à capacidade financeira das empresas do setor, segundo o presidente do Sindicato dos Proprietários de Autoescolas do DF, Francisco Joaquim Loyola.

Os organizadores da manifestação, que esperam reunir pelo menos 800 veículos, querem a aprovação do Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 1263/13, do deputado Marcelo Almeida (PMDB-PR), que susta a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Como parte da manifestação, os organizadores assarão um boi na área reservada ao evento.

De acordo com Loyola, os proprietários de autoescolas querem que o Contran revogue a portaria 444, de 25 de Junho de 2013, que estabeleceu, a partir deste ano, que todos os processos das empresas de autoescolas destinados a retirar habilitação categoria B deverão ser feitos mediante aulas em simuladores de direção. Estas aulas terão como objetivo oferecer ao condutor experiência prévia para vivenciar situações de risco.

Hoje, em Brasília, apenas duas autoescolas usam o equipamento em suas dependências: as empresas que compraram o simulador, segundo o sindicato das empresas do setor, são obrigadas a elevar em 30% o custo de cada aula para cobrir os custos de aquisição. O condutor é obrigado a atender a cinco horas aulas de 30 minutos cada, com intervalos de 30 minutos, ministradas após início das aulas teóricas e, antes da expedição da Licença para Aprendizagem de Direção Veicular (LADV).

Tags: autoescola, Brasília, esplanada, manifestação, prorietário

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.