Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

País

Temperaturas elevadas fazem escolas catarinenses adiar início das aulas

Agência Brasil

Cerca de 279 mil estudantes da rede pública de Santa Catarina tiveram o início das aulas adiado em função do forte calor no estado. Em escolas onde o ano letivo teria início no dia 13 de fevereiro, a data foi alterada para o dia 17. De acordo com a Secretaria de Educação de Santa Catarina, as atividades de educação física devem ser suspensas. O estado tem cerca de 585 mil estudantes matriculados.

Com a mudança, o início das aulas nos municípios catarinenses ficou dividido em três datas: 10, 13 e 17 de fevereiro.  Os estudantes que começaram a frequentar as salas hoje (10) contam com orientação da Vigilância Sanitária sobre os cuidados com o calor. Das 36 regionais de ensino, 11 deram início ao ano letivo hoje. No dia 13, mais 18 regionais começam os trabalhos. Ficou para o dia 17 o retorno às aulas em Blumenau, Florianópolis, Joinville, Tubarão, Criciúma, Itajaí e Brusque.

De acordo com a Secretaria de Educação, a decisão de adiar o início do ano letivo levou em conta a consulta ao instituto de meteorologia do estado que prevê que a onda de calor excessivo dure até a metade do mês. Depois desse período, a expectativa é que as temperaturas comecem a diminuir.

A forma de reposição dos dias letivos parados em função do adiamento, segundo a Secretaria de Educação, será decidida pela regional de ensino e deverá garantir os 200 dias exigidos pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

Tags: aula, calor, escola, Sul, verão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.