Jornal do Brasil

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

País

Justiça vai analisar pedido de João Paulo para trabalhar na Câmara durante o dia

Jornal do Brasil

O advogado do deputado João Paulo Cunha (PT-SP), Alberto Toron, já protocolou na Justiça o pedido para que seu cliente possa exercer o mandato no período diurno, cumprindo a prisão em regime semiaberto, conforme a sua sentença. 

João Paulo foi preso na terça-feira em Brasília por causa da condenação no processo do mensalão e continua afirmando que não pretende renunciar ao mandato parlamentar.

Toron disse que o deputado poderia exercer o mandato e ainda frequentar aulas de Direito. João Paulo está no quarto ano do curso.

Na próxima quarta-feira (12), a Mesa Diretora reúne-se para discutir a abertura de processo de cassação contra o deputado.

Se a Mesa decidir abrir o processo, ele será discutido na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, em seguida, no Plenário. Uma emenda constitucional promulgada no ano passado acabou com o voto secreto nesse tipo de processo.

Informações da Agência Câmara

Tags: DF, Mensalão, processo, réus, Trabalho

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.