Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

País

PI: 'Fico surpreso por estar vivo', diz vítima de rompimento de reservatório

Portal Terra

As famílias desabrigadas no rompimento do reservatório no município de Água Branca, no Piauí, relataram nesta quinta-feira o terror vivido na hora do acidente. Ontem, por volta das 18h, a caixa d'água com 250 mil litros, que abastece o município, rompeu destruindo casas e ferindo três pessoas. A enxurrada foi tão forte que arrastou um veículo Celta por cerca de 50 metros.

O aposentado Luiz Soares Xavier, 73 anos, estava em casa quando foi arrastado pela água, junto com o filho de 14 anos. "Foi presente de Deus ter escapado com vida. Eu e meu filho. Eu paro, penso e lembro dos destroços. Fico surpreso por estar vivo. Só Deus faz isso com a gente", disse Luiz, emocionado.

O idoso mora na residência que fica ao lado da caixa d'água. Ele havia acabado de chegar em casa, por volta de 17h30, e conversava, na porta da residência, com um pedreiro, que o avisou sobre a rachadura do reservatório.

"Vi a água chegando e corri para dentro de casa para salvar meu filho. Não tive tempo, a água me arrastou, levei uma pancada na cabeça e cheguei a desmaiar. Eu estava me afogando quando acordei e lembrei do filho. Entrei em desespero e fui procurá-lo. Quando o encontrei, me agarrei a ele", contou o aposentado, que levou quatro pontos na cabeça e está com as mãos e o rosto ferido.

O filho do aposentado, Pedro Henrique Alves Xavier, também levou uma pancada na cabeça e passa bem. Eles estão abrigados na casa de familiares que fica na mesma rua do rompimento do reservatório.

A dona de casa Cícera Soares da Silva, 45 anos, descreve que foi um “terror” o desabamento da caixa d´água. “Coisa de filme. Ouvi um forte barulho e começou a estremecer a casa. Sair correndo pensando que o telhado iria cair”, disse Cícera, que mora na mesma rua de onde ocorreu o rompimento.

A enxurrada deixou um rastro de destruição no local. Duas casas que ficavam ao lado do reservatório foram totalmente destruídas. Os móveis foram arrastados, paredes quebradas e um veículo foi levado pela correnteza. A terceira ficou parcialmente destruída. O Corpo de Bombeiro isolou a área para evitar novos desmoronamentos.

Com a queda da caixa, quatro bairros da cidade estão sem água. A direção da Companhia de Água e Esgoto do Piauí (Agespisa) enviou técnicos para construir uma rede alternativa para o retorno do abastecimento de água. A Polícia Civil realizou na manhã de hoje uma perícia técnica a pedido da prefeitura. A obra foi construída em 2001 com recursos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em parceria com o governo municipal.

Tags: acidente, água, enxurrada, Piauí, reservatório

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.