Jornal do Brasil

Domingo, 22 de Abril de 2018 Fundado em 1891

País

PI: 'Fico surpreso por estar vivo', diz vítima de rompimento de reservatório

Jornal do Brasil

As famílias desabrigadas no rompimento do reservatório no município de Água Branca, no Piauí, relataram nesta quinta-feira o terror vivido na hora do acidente. Ontem, por volta das 18h, a caixa d'água com 250 mil litros, que abastece o município, rompeu destruindo casas e ferindo três pessoas. A enxurrada foi tão forte que arrastou um veículo Celta por cerca de 50 metros.

O aposentado Luiz Soares Xavier, 73 anos, estava em casa quando foi arrastado pela água, junto com o filho de 14 anos. "Foi presente de Deus ter escapado com vida. Eu e meu filho. Eu paro, penso e lembro dos destroços. Fico surpreso por estar vivo. Só Deus faz isso com a gente", disse Luiz, emocionado.

O idoso mora na residência que fica ao lado da caixa d'água. Ele havia acabado de chegar em casa, por volta de 17h30, e conversava, na porta da residência, com um pedreiro, que o avisou sobre a rachadura do reservatório.

"Vi a água chegando e corri para dentro de casa para salvar meu filho. Não tive tempo, a água me arrastou, levei uma pancada na cabeça e cheguei a desmaiar. Eu estava me afogando quando acordei e lembrei do filho. Entrei em desespero e fui procurá-lo. Quando o encontrei, me agarrei a ele", contou o aposentado, que levou quatro pontos na cabeça e está com as mãos e o rosto ferido.

O filho do aposentado, Pedro Henrique Alves Xavier, também levou uma pancada na cabeça e passa bem. Eles estão abrigados na casa de familiares que fica na mesma rua do rompimento do reservatório.

A dona de casa Cícera Soares da Silva, 45 anos, descreve que foi um “terror” o desabamento da caixa d´água. “Coisa de filme. Ouvi um forte barulho e começou a estremecer a casa. Sair correndo pensando que o telhado iria cair”, disse Cícera, que mora na mesma rua de onde ocorreu o rompimento.

A enxurrada deixou um rastro de destruição no local. Duas casas que ficavam ao lado do reservatório foram totalmente destruídas. Os móveis foram arrastados, paredes quebradas e um veículo foi levado pela correnteza. A terceira ficou parcialmente destruída. O Corpo de Bombeiro isolou a área para evitar novos desmoronamentos.

Com a queda da caixa, quatro bairros da cidade estão sem água. A direção da Companhia de Água e Esgoto do Piauí (Agespisa) enviou técnicos para construir uma rede alternativa para o retorno do abastecimento de água. A Polícia Civil realizou na manhã de hoje uma perícia técnica a pedido da prefeitura. A obra foi construída em 2001 com recursos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em parceria com o governo municipal.

Portal Terra


Tags: Piauí, acidente, enxurrada, reservatório, água

Compartilhe: