Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

País

SP: tumulto causou danos em 19 trens da Linha 3-Vermelha

Portal Terra

Por conta do tumulto que se formou na Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo na noite de terça-feira, após uma falha técnica na porta de um trem na estação República, 19 das 40 composições que operam na linha foram danificadas, informou nesta quarta-feira a companhia. Três desses não haviam voltado a circular até as 19h40 de hoje. 

Segundo o Metrô, dos 16 trens que já voltaram a circular, 10 retornaram “rapidamente” e o restante ao longo do dia. As três composições que ainda não retornaram a operar sofreram avarias mais graves, principalmente vidros quebrados. 

Outros danos registrados nos trens foram riscos em vidros, avarias na lataria das composições e a quebra da proteção do botão de emergência existente nos vagões. Segundo o Metrô, usuários acionaram sete vezes esse dispositivo na noite de ontem. 

Alckmin fala em 'sabotagem'

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, expressou nesta quarta-feira “solidariedade” aos usuários que foram prejudicados ontem pela pane e pelos atos de vandalismo no Metrô. O tucano repetiu o discurso do secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, para quem uma suposta “ação orquestrada” de grupos teria comandado o caos no sistema.

O governador afirmou que o policiamento nas estações, o uso de câmeras de segurança e a adoção de medidas da área de tecnologia devem ser reforçados, mas não entrou em detalhes. Mas especificou que serão ações voltadas a evitar “que sistemas de segurança possam ser usados para fazer sabotagem e causar prejuízos” - referência aos botões de alarme acionados, segundo o governo, simultaneamente.

Falha

Por conta da falha com o trem na República, que viajava no sentido zona leste da Linha 3-Vermelha, usuários de uma composição que seguia viagem logo atrás acionaram o botão de emergência para a abertura das portas e andaram pela passarela de emergência da via entre as estações Marechal Deodoro e Santa Cecília.

Após a falha, a estação da Sé ficou bastante cheia. Um princípio de tumulto se formou, e a POlícia Militar precisou ser acionada, de acordo com a assessoria de imprensa do Metrô.

A assessoria de imprensa do Metrô negou que estações tenham sido fechadas por conta do incidente, mas afirmou que houve "controle de fluxo" na estação Barra Funda. 

Tags: capital, depredação, Paulista, prejudicados, Transportes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.