Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

País

Seca em todo o país pode se prolongar por mais 15 dias

Mais de dois milhões de consumidores, em quatro regiões do país, ficam sem luz

Jornal do BrasilCamila Funare*

O risco de desabastecimento pode se prolongar pelos próximos 15 dias ou mais, pelo menos no que depender de chuva. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), grande parte do Brasil deve continuar com pouca ou nenhuma precipitação nas próximas duas semanas ou mais. A preocupação se concentra, sobretudo, na região Sudeste, considerada pelo Inmet a região com os menores volumes de chuva da média história, além de ser responsável por 70% da produção de energia do país.

A represa do Sistema Cantareira (SP), por exemplo, responsável por abastecer casas de mais de 8 milhões de pessoas na Grande São Paulo, está com apenas 21,2% da capacidade nos reservatórios, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Para tentar amenizar a situação, o governador Geraldo Alckmin anunciou um desconto de 30% na conta das residências que conseguirem reduzir em até 20% o consumo de água, mas a medida não afasta a possibilidade de se adotar um racionamento no estado.

Vale ressaltar, que desde 2012 o governo vem acionando usinas termelétricas para amenizar a falta de água, principalmente no inverno, período marcado por pouca precipitação, e consequentemente um menor índice de água nos reservatórios. Contudo, como este tipo de energia utiliza combustível (óleo e gás), sua produção sai bem mais cara.

*Do projeto de estágio do Jornal do Brasil

Tags: apagão, chuvas, precipitação, racionamento, termelétricas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.