Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

País

MG: juiz barra transferência de Marcos Valério para Contagem

Portal Terra

O juiz da Vara de Execuções Penais da comarca de Contagem, na região metropolitana de Minas Gerais, Wagner de Oliveira Cavalieri, respondeu nesta terça-feira à consulta que o Supremo Tribunal Federal (STF) fez sobre disponibilidade de vaga no Complexo Penitenciário Nelson Hungria para o publicitário Marcos Valério, condenado no mensalão. O magistrado afirmou que considera contraindicada a transferência do réu, que está preso atualmente no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, para Contagem.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), o juiz informou ao STF que há disponibilidade de vaga em condições de segurança para Valério em Contagem. “Contudo, considerando notícias veiculadas pela mídia a respeito de eventual plano para extorquir o preso, tão logo ele chegue ao Complexo, o juiz avaliou que tal transferência, no momento, mostra-se contraindicada”, informou o TJ-MG.

O magistrado também afirmou que, caso ocorra a transferência, Valério cumprirá sua pena, em regime fechado, nas mesmas condições dos demais sentenciados, dentro dos limites legais, com as cautelas especiais que a situação requerer.

Apontado como o operador do esquema de corrupção, o publicitário foi condenado a 37 anos e cinco meses de prisão em regime fechado. A Procuradoria-Geral da República já havia se manifestado a favor da transferência de Valério para Minas Gerais, onde mora a família dele.

Tags: condenados, Mensalão, multas, pagamento, réus

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.