Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

País

Gleisi: existe uma grande confiança nos negócios no Brasil

Jornal do Brasil

A ex-ministra Gleisi Hoffmann, que deixou a chefia da Casa Civil e retornou ao Senado, disse nesta terça-feira (4), durante cerimônia de transmissão de cargo, que sua gestão foi pautada pelo interesse público, sempre buscando diminuir a desigualdade social e criar um ambiente propício ao investimento. 

Ela citou o Programa de Investimento em Logística e as concessões em energia e petróleo como resultado da grande confiança nos negócios no Brasil. Gleisi também desejou sorte ao sucessor, Aloizio Mercadante, que, segundo ela, contará com programas estruturados e servidores leais comprometidos com o crescimento do país.

“Quero destacar a ação firme da presidenta Dilma pelo interesse coletivo. Tive o apoio dela para estruturar os programas, buscando o interesse público, os benefícios da maioria e diminuir os desníveis sociais. Os resultados confirmam que existe uma grande confiança nos negócios no Brasil, não só aqui dentro, mas também lá fora. Além do Programa de Investimento em Logística, temos concessões em energia, petróleo, gás e claro, o sucesso no Campo de Libra”, disse.

Gleisi também destacou a entrega de outros programas que melhoraram a vida da população brasileira, como o Mais Médicos e o Viver sem Limites.

“Foi um período de muitos desafios e muito trabalho. E, sob a coordenação da presidenta Dilma, procuramos entregar ao povo brasileiro programas e projetos para melhorar a sua vida, como o Mais Médicos, o Viver sem Limites, o Programa de Concessões, Enfrentamento a Desastres, Programa de Proteção às Mulheres. Eu espero ter contribuído, nesse período em que estive aqui ao lado da presidenta. Faço um balanço muito positivo. O ministro Mercadante será um grande ministro da Casa Civil, tem determinação, tem coragem, é um ministro que tem experiência, trabalhei com ele no Congresso, trabalhei com ele aqui no Executivo. Tenho certeza que vai dar continuidade aos trabalhos e ajudar cada vez mais ao Brasil, junto com a presidenta Dilma, a seguir em frente”, finalizou.

Tags: cargos, Casa Cívil, ministros, senado, transmissão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.