Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

País

Eduardo Cunha segue na liderança do PMDB na Câmara

Jornal do Brasil

Em seu quarto mandato, o carioca Eduardo Cunha foi reconduzido à liderança do PMDB na Câmara. Cunha é representante da legenda desde fevereiro do ano passado. Formado em economia, ele já foi presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e da Comissão de Finanças e Tributação.

Líder do segundo maior partido da Câmara, com 76 deputados, Cunha negou que o Congresso esteja preparando uma “pauta bomba” para o governo este ano, com projetos que aumentariam os gastos públicos. “Os partidos da base têm o compromisso de não aprovar matéria que implique aumento de despesas da União”, garantiu.

O deputado lembrou que, em razão da Copa do Mundo e das eleições, haverá pouco tempo para votações este ano. Segundo ele, no entanto, alguns temas devem ser debatidos, como o marco civil da internet: “O marco civil terá certamente uma decisão. A Câmara acabará votando e certamente o resultado final não será aquilo que o relator quer”, disse.

O relator da proposta é o deputado Alessandro Molon (PT-RJ). O ponto mais polêmico do texto diz respeito à chamada neutralidade de rede, segundo a qual os provedores de conteúdo e de conexão devem tratar os usuários da mesma forma, sem privilegiar um determinado conteúdo ou aplicativo.

Eduardo Cunha também acredita que a Câmara deverá votar ainda este ano alguns pontos da reforma política. “Acordamos que ela deveria ser votada em um momento em que não houvesse influência na eleição seguinte, como é o caso neste momento. Consequentemente teremos mais isenção para cuidar dela”, disse.

Já a reforma tributária, segundo ele, ficará para o ano que vem. “Não acredito em reforma tributária em ano de eleição, até porque ninguém vai querer aumentar a carga tributária em ano de eleição nem perder qualquer tipo de receita”, argumentou.

Informações da Agência Câmara

Tags: deputados, eleição, lideranças, partidos, políticos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.