Jornal do Brasil

Quinta-feira, 17 de Abril de 2014

País

Conversas de Dilma com PMDB sobre reforma ministerial não são conclusivas

Agência Brasil

Após conversar com o PMDB por mais de cinco horas na segunda-feira (3), a presidenta Dilma Rousseff ainda não tem uma decisão tomada sobre os próximos passos da reforma ministerial. De acordo com o novo ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Thomas Traumann, ainda não há “nenhum posicionamento” e as “conversas continuam”.

Depois de empossar os ministros de quatro pastas (Casa Civil, Educação, Saúde e Secom),  a presidenta se reuniu ontem com o vice-presidente da República, Michel Temer, com os presidentes do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e com o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM).

Na cerimônia, Dilma confirmou que mais ministros deixarão seus cargos para se candidatar nas eleições de outubro. Segundo ela, as substituições ocorrerão “ao longo deste mês”. As mudanças envolvem pastas ocupadas por membros do PMDB, que almeja ampliar a participação no primeiro escalão do governo.

O encontro de ontem, no Palácio do Planalto, durou mais de cinco horas e terminou por volta das 22h. O novo ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, acompanhou parte das discussões, após transmitir o Ministério da Educação para José Henrique Paim.

Tags: dilma, educação, ministros, planalto, Troca

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.