Jornal do Brasil

Sábado, 23 de Agosto de 2014

País

Sem ônibus, Porto Alegre colocará vans para fazer transporte coletivo

Portal TerraFelipe Schroeder Franke

Diante da greve dos rodoviários que deixa Porto Alegre sem ônibus pelo sexto dia, o prefeito José Fortunati convocou neste sábado a imprensa para anunciar que disponibilizará 617 vans do tipo escolar para atender as populações das regiões mais carentes de transporte, a partir da segunda-feira. A passagem terá o mesmo custo dos táxi-lotação que integram o sistema coletivo da capital: R$ 4,20. 

A prefeitura e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) ainda não sabem informar quantos porto-alegrenses serão atendidos pela medida, já que ainda serão feitos estudos das áreas beneficiadas e horários mais necessários para que as vans atuem. Por isso, a ação será implementada apenas na segunda.

A medida emergencial servirá para dar uma trégua no caos que vive o transporte coletivo de Porto Alegre. A greve, que começou com uma Operação Tartaruga e depois passou para atuação com 30% da frota, tirou todos os ônibus das ruas na terça-feira, após a Justiça determinar que 70% dos veículos fossem disponibilizados. Fortunati anunciou hoje que seguirá tentando pressionar judicialmente os rodoviários pelo fim da greve.

A paralisação vem afetando serviços e comércio. Hoje, o Jardim Botânico da capital anunciou que não abrirá neste final de semana. "Com a permanência da greve dos rodoviários em Porto Alegre, o Jardim Botânico e a Sala de Exposições do Museu de Ciências Naturais fecharão à visitação neste final de semana. O motivo é a ausê

Tags: carentes, coletivo, paralisação, populações, rodoviários, Sistema

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.