Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

País

Juiz determina que Pedro Henry pague multa de R$ 1,3 mi em 10 dias

Portal Terra

O juiz da Segunda Vara de Execuções Penais de Cuiabá, Geraldo Fidelis, determinou que o ex-deputado federal Pedro Henry (PP), condenado no julgamento do mensalão, pague em 10 dias a multa de R$ 1,3 milhão a multa imposta pelo Supremo Tribunal Federal. O magistrado determinou ainda que Henry, condenado a sete anos e dois meses de prisão em regime semiaberto, informe os locais e a natureza dos trabalhos externos realizados durante o cumprimento da sua pena. 

A decisão vem após a notícia de que o ex-deputado está exercendo um segundo emprego. "Tal circunstância evidencia uma irregularidade, posto que, para tal exercício, necessita autorização expressa, o que, friso, não ocorreu, mesmo porque o reeducando, não obstante esteja exercendo direito previsto no regime semiaberto por qual foi condenado pelo STF, está, também, e não pode esquecer, cumprindo pena", disse o magistrado na decisão.

"Em outras palavras, o penitente não é senhor de seu tempo, pois deve informar onde será encontrado e os respectivos horários ao Juízo da Execução Penal", afirmou.

Pedro Henry era líder do PP na Câmara na época do mensalão. Ele foi condenado por lavagem de dinheiro e corrupção passiva por ter participado das negociações que levaram ao repasse de R$ 3 milhões do esquema para o PP, além de utilizar a corretora Bônus Banval para distribuir o dinheiro.?

Tags: Mensalão, multas, pagamento, réus, sentença

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.