Jornal do Brasil

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

País

SP: chuva causa destruição e caos em Bauru; ônibus e carros ficam submersos

Portal Terra

Depois de um mês marcado pela seca, as chuvas torrenciais que atingiram Bauru, no interior de São Paulo, no início da manhã desta quinta-feira, causaram diversos estragos e deixaram a população em alerta. A Defesa Civil registrou pontos de alagamento na área central da cidade e em regiões de baixadas nos bairros mais distantes. Veículos também forram arrastados e ficaram submersos na água.

Na rua Inconfidência, que inundou por causa do transbordamento do rio Bauru, carros ficaram submersos. Já na avenida Nações Unidas, uma das principais da cidade, a enchente arrastou carros e até um ônibus do transporte coletivo ficou parcialmente submerso. Os passageiros tiveram que subir no teto do veículo antes de serem resgatados de botes infláveis por homens do Corpo de Bombeiros. Outro ônibus foi arrastado pelas águas no cruzamento das avenidas Nações Unidas e Nuno de Assis e só não caiu no rio Bauru porque ficou enroscado numa árvore.

Mauro Lima de Araújo, que dirigia o coletivo, contou que por volta das 6h, quando seguia pela avenida Nuno de Assis com 14 passageiros, sentiu o veículo sendo arrastado em direção ao rio pela forte correnteza. "As pessoas gritavam de medo, não tinha o que fazer para acalmá-las. Foi um grande susto", disse. Os passageiros foram retirados do veículo com o auxílio de uma corda.

Equipes da Secretaria de Obras do município realizam serviços emergenciais em diversos pontos da cidade, considerados mais críticos. No bairro Pousada da Esperança II uma casa foi invadida pela enxurrada e desabou parcialmente e outras duas residências vizinhas correm o risco de ruir. Nos três imóveis, 19 pessoas que perderam móveis e objetos foram abrigadas em um hotel e as despesas serão custeadas pela Secretaria do Bem-Estar Social.

Na vila São Manoel o córrego da Grama também transbordou e inundou um trecho da rua São Sebastião danificando o sistema de galerias. Na rua Waldemar Ferreira, região da vila Industrial, a enxurrada invadiu a pista levando grande quantidade de areia, arrancando placas de asfalto e destruindo parcialmente guias e sarjetas.

Mais chuva

Segundo a prefeitura, o trânsito está interditado na avenida Daniel Pacífico, no sentido vila Falcão-Jardim Bela Vista onde a cabeceira da ponte rodou e o asfalto foi levado pela correnteza. De acordo o Instituto de Pesquisas Meteorológicas (IPMet) da Unesp de Bauru, o acumulado de chuva nesta manhã foi de 23 milímetros, ou seja, quase 30% do total esperado para o mês de janeiro, que é de 79 milímetros. Os meteorologistas do instituto ainda alertam para a possibilidade de chuvas fortes durante o dia.

De acordo com o secretário de Obras de Bauru, Sidnei Rodrigues, algumas providências estão sendo tomadas visando acabar com os problemas de enchentes na cidade que é antigo e alvo de críticas por parte dos moradores. Segundo ele, já foi contratado projeto executivo de drenagem que será executado ao longo da avenida Nações Unidas, um dos pontos considerados críticos. Já foi aberta licitação e estudos para implantação de cinco novas barragens para contenção da água da chuva, sendo duas no Córrego da Grama, duas no Córrego da Ressaca e uma no Córrego da Forquilha, além dos dois projetos via PAC-Drenagem, nos córregos Água do Sobrado e Barreirinho.

Tags: chuva, estrago, inundação, SP, Trânsito

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.