Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

Após temporal, Grande São Paulo ainda enfrenta problemas

Portal Terra

Moradores de diversos pontos da capital e da Grande São Paulo ainda contam os prejuízos provocados pelo temporal que atingiu a região nesta quarta-feira. Ontem, a capital entrou em estado de atenção para alagamentos e registrou queda de granizo.

As regiões sul e oeste da capital foram as mais atingidas, assim como as cidades de Osasco e Taboão da Serra.  Na manhã de hoje, moradores da rua Melvin Jones, no centro de Osasco, limpavam suas casas e tiravam os móveis estragados pelo alagamento. Na região, muitos veículos foram arrastados ou ficaram presos em áreas alagadas.

O mesmo ocorreu em Taboão da Serra, onde o córrego Pirajussara transbordou, invadindo casas e arrastando carros. Durante a madrugada, alguns veículos foram encontrados dentro do córrego após a água ceder. Não há informações sobre feridos.

Queda de árvores

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), pelo menos oito árvores que caíram durante o temporal continuavam interditando ruas e avenidas na capital. Duas árvores interditavam as ruas Paraju e Doutor Aires Martins, no Jaguaré. Na Lapa, motoristas devem evitar as ruas Pau-Brasil, Ubiracida e Belmonte e, na Casa Verde, uma árvore bloqueava a rua Galiléia. As outras quedas foram registradas na Vila Madalena e na estrada do Embu-Guaçu.

Semáforos

Às 9h, a cidade de São Paulo tinha 66 semáforos com problemas, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Ao todo, 41 semáforos estavam apagados e 25 funcionando no modo amarelo intermitente.

Importantes avenidas como Guapira, Santo Amaro, Guarapiranga e Interlagos sofriam com os problemas na sinalização. Motoristas devem redobrar a atenção ainda, segundo a CET, nas avenidas da Escola Politécnica, Nove de Julho e Atlântica.

Tags: chuva, estrago, inundação, SP, Trânsito

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.