Jornal do Brasil

Terça-feira, 29 de Julho de 2014

País

Roberto Pessoa poderá ser candidato ao governo do Ceará

Ex-deputado foi lançado ao cargo por Tasso Jereissati

Jornal do Brasil

Ex-deputado federal por três vezes, inclusive como líder da bancada do Nordeste, e ex-prefeito de Maracanú, onde teve expressiva votação nas duas vezes que concorreu ao cargo, Roberto Pessoa foi lançado para concorrer ao governo do Ceará nas próximas eleições pelo também ex-senador e ex-governador Tasso Jereissati. Reconhecido em todo o estado como o político que está à frente da oposição aos irmãos Gomes, Pessoa ressalta que pensava em sair candidato à deputado estadual, mas com a indicação de Jereissati, ele está admitindo a possibilidade de concorrer ao Palácio da Abolição.

“Tasso Jereissati hoje é a maior liderança do Ceará e em todas as pesquisas é apontado como favorito, tanto ao governo do estado como ao Senado”, afirma Pessoa que, mesmo ainda não tendo se declarado candidato, poderá contar com de uma coligação que terá cerca de seis minutos de TV durante a campanha eleitoral. Segundo ele, integram essa frente o PSDB, PSB, PRB e PR, esse último seu partido. Conta ainda com apoio de parte do PT e do PV.

Roberto Pessoa em visita à redação do Jornal do Brasil 
Roberto Pessoa em visita à redação do Jornal do Brasil 

Pessoa está sendo lançado candidato ao governo do Ceará num momento em que o grupo do senador Eunício Oliveira (PMDB) articula antecipar a convenção do partido para abril, ao invés de julho, como de praxe. A manobra tem o claro intuito de chantagear, romper o simplesmente blefar com relação ao apoio à presidente Dilma, por quem Pessoa tem grande simpatia, para impor exigências de um grupo, dentro do PMDB, que pretende fazer acertos nos estados, principalmente no Rio de Janeiro, onde Sérgio Cabral, por razões de parentesco, ameaça apoiar Aécio Neves.

Roberto Pessoa teve cargos eletivos por mais de 20 anos sendo deputado estadual antes de se candidatar à Câmara Federal. Por duas vezes foi prefeito de Maracanaú, sendo a primeira em 2004, quando foi eleito com 67% dos votos e reeleito, em 2008, com 88% dos votos. Na reeleição, Pessoa foi o segundo prefeito mais votado proporcionalmente em todo o país. Marcanaú, com 215 mil habitantes, possui o maior pólo industrial do Ceará, sendo a segunda cidade em arrecadação no estado, ficando atrás apenas de Fortaleza.

A candidatura de Roberto Pessoa foi lançada por Jereissati há 10 dias, o que até então não lhe passava pela cabeça. “Eu tinha pretensão de sair candidato a deputado estadual novamente, mas diante dessa situação, admito a possibilidade de me lançar candidato. Mas com a condição de que Tasso Jereissati dispute a vaga ao Senado”, afirmou ele. Pessoa lembrou que já foi adversário político de Tasso, mas nunca inimigo. “Hoje temos um fato comum de sermos oposição”, disse ele.

Pessoa afirmou que sua candidatura, assim como outros nomes da coligação, serão avaliados a partir de uma pesquisa qualitativa e quantitativa para se ter uma noção da aceitação de cada um. Paralelo a essa iniciativa, disse ele, serão realizados diversos semanários onde deverão ser debatidos os problemas e soluções para o Ceará. “Teremos alguns temas, como a Convivência com o Semiárido; Violência, um dos maiores problemas do estado, com Fortaleza sendo a sétima cidade mais violenta do mundo; Mobilidade Urbana e Corrupção e seus efeitos maléficos sobre o Ceará”, afirmou Pessoa.

Tags: afirmou, assim, candidatura, como, da coligação, nomes, outros, pessoa, que, sua

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.