Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

País

Promotores tentam acordo com cartel do Metrô e da CPTM

Portal Terra

O Ministério Público de São Paulo deverá propor um pacto às empresas suspeitas de participar do cartel de trens em São Paulo durante a gestão do PSDB. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o acordo prevê que as empresas paguem valores relativos a supostos prejuízos ao Tesouro em contratos de manutenção e aquisição de vagões ou sofrerão medidas radicais, como ação judicial de dissolução. 

Um grupo da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e Social, do MP, avalia que o melhor caminho é fazer esse acordo com as empresas citadas no acordo de leniência da Siemens com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e contra as quais tenham surgido provas de conluio em negócios do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Nos casos dos cartéis do transporte e da energia, a maior parte dos contratos investigados foi firmada no fim dos anos 90 e no início dos anos 2.000, período já alcançado pela prescrição. A saída, de acordo com o MP, é ingressar com ação civil pública.

Tags: governos, siemens, SP, trens, Tucanos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.