Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

País

Mercadante faz sua escalada no Palácio do Planalto

Ministro tem apoio da presidente, mas nem tanto de Lula

Jornal do Brasil

O novo ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, vai se firmando como homem forte de Dilma na esfera do governo, o que já vinha ocorrendo há algum tempo, mas de forma velada. Embora fosse o mentor de várias decisões tomadas por Dilma, o ministro da Educação atuava de forma velada, sob orientação da presidente, para não melindrar Gleisi Hoffmann, que ocupa a Casa Civil, e muito menos Ideli Salvatti, que tinha a missão de fazer a ponte com o Congresso, mas que nunca teve muito sucesso nessa missão.

Com personalidade forte, Mercadante foi quem aconselhou Dilma a propor um natimorto projeto de assembléia constituinte no auge dos protestos que tomaram as ruas do país em junho de 2013. Atuou também ao lado de Lula como conselheiro econômico nas eleições de 1994, quando aconselhou o candidato do PT a bater no Plano Real, que, segundo ele, não daria certo. Lula eleito em 2002, Mercadante passou ao largo de qualquer cargo na área econômica nos dois governos de Lula, aliás da Esplanada dos Ministérios.

O novo ministro da Casa Civil terá um árduo trabalho pela frente na relação do governo com o Congresso ao mesmo tempo em que dará todos os palpites possíveis e que achar convenientes na área econômica. Nesse último ano de mandato e, se for reeleita, Dilma terá que administrar a manutenção dos programas sociais – principal bandeira do PT e carro chefe das campanhas ao Planalto - com contenções de despesas para equilibrar as contas públicas e manter estáveis os indicadores econômicos e entregar o governo sem deixar qualquer herança maldita.

O economista Aloizio Mercadante chega ao auge com Dilma, cacifado por sua atuação no Ministério da Educação e do sucesso que obteve com o Pronatec, programa profissionalizante que tem como objetivo qualificar estudantes de baixa renda. Em outubro do ano passado, foram 4,7 milhões de matrículas. O nome de Mercadante também é respeitado no PT, mas mais pelo prestígio que tem junto ao eleitorado do que pela afinidade com a companheirada.

Em 1990, Mercadante foi o deputado federal eleito com maior número de votos e em 2002, candidato ao Senado, teve mais de dez milhões de votos. Essa capacidade será colocada à prova nas próximas eleições quando, além de conduzir a Casa Civil, será também um dos coordenadores da campanha de reeleição de Dilma. 

Tags: aloizio, ao auge, chega, com dilma, Mercadante, o economista

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.