Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

País

Jacinto Lamas pede para parcelar multa do mensalão em 15 anos

Portal Terra

Os advogados do ex-tesoureiro do extinto PL (atual PR) Jacinto Lamas protocolou nesta terça-feira na Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal um pedido para parcelar em 15 anos a multa de R$ 370,8 mil que foi condenado a pagar após o julgamento do mensalão. De acordo com o advogado Délio Lins e Silva Filho, Lamas não possui recursos para quitar a dívida.

“A justificativa para um parcelamento tão largo, de 180 meses, é que ele não tem patrimônio nenhum, e a casa onde ele mora é impenhorável. Além disso, ele tem um filho deficiente físico, paraplégico, que faz um tratamento médico de um alto custo por mês. Por conta disso, a esposa também é impossibilitada de trabalhar, para cuidar do filho. Ele também tem duas filhas menores de idade que dependem dele financeiramente”, explicou o defensor.

Segundo o advogado, “o que ele pode se comprometer a pagar, segundo suas finanças, é em 180 meses”. Lamas tem até o dia 27 de janeiro para quitar o valor da multa, segundo a VEP do Distrito Federal. Ele está no Centro de Progressão Penitenciária, também no Distrito Federal, onde cumprirá pena no regime semiaberto.

Jacinto Lamas foi condenado durante o julgamento do mensalão, no ano passado, a cinco anos de prisão em regime inicial semiaberto por crimes de lavagem de dinheiro. Ele também foi condenado por corrupção, mas a pena prescreveu.

Tags: multas, pagamento, réus, sem recursos, tesoureiro

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.