Jornal do Brasil

Sábado, 27 de Dezembro de 2014

País

Condenado do mensalão, Pedro Henry pede para trabalhar em IML

Portal Terra

O primeiro condenado do mensalão a receber autorização para trabalhar fora da cadeia entrou na Justiça com um pedido para trabalhar em mais um lugar e voltar à universidade. Os requerimentos do ex-deputado federal Pedro Henry (PP) foram apresentados na semana passada e serão analisados pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Cuiabá, Geraldo Fidelis. As informações do jornal Folha de S. Paulo.

e a resposta for positiva, Henry irá reduzir em mais da metade as horas semanais que passa na prisão, além de obter o benefício de remissão da pena. Ele foi condenado a sete anos e dois meses em regime semiaberto. Henry, que é médico legista, pediu para trabalhar no Instituto Médico Legal aos domingos. Há dez dias, ele assumiu o cargo de diretor administrativo do Hospital Santa Rosa, com salário de R$ 7.500.

Tags: acusado, condenado, decisão, Mensalão, Supremo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.