Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

País

SP: shopping de luxo fecha as portas com clientes dentro diante de 'rolezinho'

Portal Terra

O shopping de luxo JK Iguatemi, na zona oeste de São Paulo, fechou as portas na tarde deste sábado diante da promessa de mais um “rolezinho” organizado por jovens. Com faixas e instrumentos musicais, o movimento deste sábado ganha um tom mais político e reivindicatório do que os atos anteriores.

"Basta de Apartheid. Fim do genocídio ao povo negro", dizia uma das faixas. A reclamação é pelo fato de a administração do shopping JK ter conseguido, no último sábado, uma liminar proibindo um "rolezinho" já agendado pelos jovens. De acordo com a decisão, o evento denominado "Rolezaum no Shoppim" foi proibido e a pena para cada manifestante identificado seria uma multa de R$ 10 mil por dia.

Outra faixa do evento, escrita em inglês, dizia que “No País da Copa do Mundo, shoppings racistas proíbem a entradas de pessoas negras e pobres”. Com gritos de guerra, que em nada lembram os “rolezinhos” registrados na periferia da capital, os jovens criticam o posicionamento do estabelecimento comercial: “chega de Apartheid, é ‘rolezinho’ nos shoppings da cidade”.

Antes da chegada dos manifestantes, o shopping funcionava normalmente.

Tags: encontro, jovens, polícia, shoppings, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.