Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

País

Carvalho: ação da polícia em 'rolezinhos' pode colocar gasolina no fogo

Jornal do Brasil

O ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse nesta quinta-feira que a ação da polícia nos encontros de jovens marcados pela internet, os rolezinhos, pode "colocar gasolina no fogo". Segundo o ministro, a concentração de jovens nos shoppings demonstra a necessidade de lazer e diversão dos moradores de áreas carentes. "Trata-se de mais um desses passos que a sociedade vai dando", afirmou.

Carvalho criticou o uso da força policial para reprimir os 'rolezinhos', alegando que essas ações podem ter efeito contrário, aumentando a adesão e a violência. "A ação inadequada da polícia pode acabar colocando gasolina no fogo", disse.

>> 'A rebelião dos excluídos' - especialistas analisam 'rolezinho' e discriminação

>> Qual pobre nunca foi seguido por seguranças no shopping?

>> SP: rolezinho não é caso de polícia, mas fenômeno cultural, diz Grella

Os polêmicos "rolezinhos", que levaram milhares de jovens da periferia a shoppings de São Paulo, repercutiram ao longo da última semana e encontraram apoio de uma parcela da população. Em apoio a eles, dezenas de outros "rolezinhos" foram marcados em shoppings de todo o país para os próximos dias.

Confira alguns dos principais "rolezinhos" organizados pelas redes sociais:

Bahia

Em Salvador, na Bahia, cerca de 220 participantes aceitaram participar do ‘Rolezinho das Antigas’, que está previsto para acontecer no dia 1º de fevereiro no shopping da Barra. O evento foi criado em protesto contra os “atos segregacionistas” envolvendo o uso de força policial durante os "rolezinhos" em São Paulo.

Ceará

Mais de 270 pessoas já confirmaram presença no ‘Rolézinho em Fortaleza’, encontro marcado para o dia 9 de fevereiro no Shopping Iguatemi, na capital cearense. “A ideia é passar a mensagem de que a periferia tem voz e existe. Vamos chegar lá na boa, na paz e passear no shopping. Afinal de contas, a cidade também é nossa, correto?”, afirmam os organizadores na descrição do evento.

Distrito Federal

Em Brasília, o evento “Rolezinho no Xópim Iguatemi do Lago Norte”, já registrava 1,4 mil confirmações no Facebook na manhã desta quarta-feira. O encontro está marcado para o próximo dia 25 no shopping Iguatemi, que fica no Lago Norte, região nobre da capital. Na descrição do evento, os organizadores afirmam não ter a intenção de promover arrastões ou atos de vandalismo, e que são solidários às vítimas de violência policial durante os encontros que terminaram em confusão em São Paulo.

Minas Gerais

Pelo menos dois eventos foram marcados no Estado para os próximos dias. Para o domingo, mais de 400 pessoas confirmaram presença no “Rolezaum no Paty Savassi (ou Praia do Shopping Estação)”, shopping Pátio Savassi.

Já o “Rolézinho no Minas Shopping – Apartheid às avessas”, previsto para sábado, conta com apenas 40 adesões até a manhã desta quarta-feira.

Pará

O “Rolezinho no Shopping Boulevard - Belém (PA)”, marcado para o dia 25 de janeiro no shopping da capital paraense já conta com mais de 260 participantes confirmados. “Nada muito pretensioso, só ver o que tem de novo aí nas lojas maneiras daquela galera que mora na Doca. Chama uns amigos e cola aí pra gente sacar qual é a vibe do momento”, diz a descrição do evento.

Rio Grande do Sul

Segundo os organizadores do ‘Rolezinho Moinhos Shopping Porto Alegre’, previsto para acontecer no próximo domingo na capital gaúhca, o ato ocorre em apoio “ao povo da zona leste de São Paulo e das periferias das grandes cidades de todo o Brasil. Contra toda forma de opressão aos pobres e negros, em especial contra a brutal e covarde ação diária da Polícia Militar no Brasil, seja nos shoppings, nas praias ou nas periferias”.

Os criadores do "rolezinho" afirmam ainda que a manifestação é pacífica, e que furtos ou atos como violência e depredação não estarão relacionados com o grupo.

Rio de Janeiro

Um grande encontro, com mais de 8 mil pessoas, preocupa a segurança do Shopping Leblon. O "rolezinho" marcado para a tarde do próximo domingo foi criado em protesto contra o uso da força policial contra os jovens que participaram de encontros em shoppings da capital paulista.

“Em apoio à galera de São Paulo, contra toda forma de opressão e discriminação aos pobres e negros, em especial contra a brutal e covarde ação diária da polícia militar no Brasil, seja nos shoppings, nas praias ou nas periferias”, descreve o evento.

São Paulo

A capital paulista é a cidade com maior número de eventos marcado para os próximos dias. No sábado, está previsto um "rolezinho" no Shopping JK Iguatemi, com 700 participantes confirmados. Mesmo dia em que o parque do Ibirapuera recebe o evento com maior número de adesões no Facebook: mais de 2.280. O parque deve servir de palco para rolezinhos também nos dias 25 deste mês e 2 de fevereiro.

No dia 24, novos encontros estão marcados para Suzano, na Grande São Paulo, e para o Shopping Aricanduva, na zona leste da capital, até esta quarta-feira, com 105 confirmados. Dois dias depois é a vez do Shopping Bonsucesso. No dia 1º de fevereiro, estão marcados "rolezinhos" no Shopping Aricanduva e no Mauá Plaza Shopping.

Santa Catarina

Na onda dos eventos marcados por todo o País, os catarinenses também organizaram, para o dia 26 de janeiro, o ‘Rolezinho Iguatemi’, marcado para ocorrer entre 16h e 22h, no Shopping Iguatemi. Pelo menos 350 pessoas já confirmaram presença no ato.

Tags: encontro, jovens, polícia, shoppings, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.